top of page

ÁSIA

WhatsApp Image 2021-06-30 at 20.26.41.jpeg

Atsushi Kumaki

JAPÃO

Akumaki@dokkyo.ac.jp

Professor Assistente na Universidade Dokkyo (Japão). Autor de alguns artigos sobre poesia contemporânea: "La Voix résistant: "Révolte contre la poésie" de Antonin Artaud et la poésie d’action de Bernard Heidsieck", ERTA, n°10 (2016), pp.121-135; “Espace de la page, espace de la performance: la poésie action de Bernard Heidsieck”, Savoir en prisme, n°8 (2018).

Picture1.png

Fadi Skeiker

SIRIA

Fskeiker@uarts.edu

 

Fadi Skeiker é um professor de teatro de origem síria. Fadi é um artista/acadêmico que dirigiu, concebeu e liderou trabalhos de teatro aplicado em todo o mundo. Fadi é bacharel pelo Higher Institute of Theatrical Arts em Damascus, mestre pelo Emerson College em Boston e PhD pela University of Texas em Austin. Fadi publicou artigos em vários periódicos, escreveu um livro sobre suas experiências em teatro aplicado e dirigiu teatro profissional e academicamente em todo o mundo. Atualmente, Fadi é Professor de Teatro na University of the Arts em Filadélfia, PA nos EUA.

freddierokemsquare200.jpg

Freddie Rokem

ISRAEL

rokem@tauex.tau.ac.il / freddie.rokem@gmail.com

 

Freddie Rokem é professor (emérito) no Departamento de Teatro da Universidade de Tel Aviv, onde foi reitor da Faculty of the Arts (2002-2006) e ocupou a Cátedra Emanuel Herzikowitz para a 9th and 20th Century Art (2006-2016) . Ele é atualmente o Professor Visitante na Theater & Performance Studies (TAPS) na University of Chicago. Seus livros mais recentes são Philosophers and Thespians: Thinking Performance (2010; traduzido para italiano, polonês, alemão e esloveno; a ser publicado em hebraico); Jews and the Making of Modern German Theatre Judeus (2010, co-editado com Jeanette Malkin); Strindberg's Secret Codes (2004) e o premiado livro Performing History: Theatrical Representations of the Past in Contemporary Theatre (2000; traduzido para alemão e polonês). Foi editor da Theatre Research International (2006-2009) e co-editor fundador da série de livros da Palgrave/Macmillan 'Performance Philosophy' (2012-2017), estando também entre os fundadores da rede 'Performance Philosophy'. Ele foi professor visitante em muitas universidades nos Estados Unidos, Alemanha, Finlândia e Suécia, e também atua como dramaturgo.

HanGUI.JPG

Han Gui

CHINA

Laurellotus@hotmail.com

 

Professora da Shandong University of Art, PhD pela Shanghai Theatre Academy, Pesquisadora do Marvin Carlson Theatre Center e Professora Visitante da CUNY, NYC (2016-2017); Campo de Pesquisa: Teatro da Crueldade, Teatro Contemporâneo Americano, Teatro Experimental.

sedana_1.jpeg

I Nyoman Sedana

INDONÉSIA

bali.module@yahoo.com

 

I Nyoman Sedana é professor do Indonesian Arts Institute (ISI) Denpasar, Diretor do Bali Module  e do PEPADI Bali. Nascido em uma família de artistas, ele se formou no conservatório de arte e na faculdade de artes cênicas. Apoiado pelo Asian Cultural Council, recebeu mestrado pela Brown University e doutorado pela University of Georgia (2002). Além de se apresentar em dezenas de países diferentes, Sedana ensinou teatro indonésio na Butler University, Ohio University, Iowa University, University of Georgia, Florida State University, Southeast Theatre Conference, MIT Boston, Holy Cross College, Emerson College, Brown University e University da Califórnia Santa Cruz, além de workshops em diversas escolas, empresas privadas e campus. Ele também ensinou várias vezes na East 15th Acting School, Essex University, Royal Holloway University of Lodon, School of Oriental and African Studies, Reino Unido, Rhodopi Theatre Collective, Sofia Bulgária e Republic Poly Singapore. Ele recebeu prêmios do IIAS Netherland, ICCR India, ARI NUS Singapore, ASF Bangkok, Freeman Research, ACC New York e Education Abroad Program UCSB. Sua publicação está acessível via https://scholar.google.co.id/citations?user=oHrhlY4AAAAJ&hl=id, principalmente publicada nos EUA como ATJ, Índia, Indonésia, Cingapura, Puppetry International, Asian Music, Puppetry Yearbook e co- autor Balinese Performance, Routledge (2007).

IBED SURGANA YUGA - Indonesia 1.jpg

Ibed S. Yuga

INDONÉSIA

ibed_sy@yahoo.com

 

Ibed Surgana Yuga começou seu trabalho teatral no Bali Eksperimental Teater (2002). Em 2005, Ibed fundou Seni Teku em Yogyakarta e atuou como diretor e dramaturgo para a comunidade teatral até 2011. Juntamente com Seni Teku, foi premiado com o Prêmio Umar Kayam no Jogja Theatre Festival (2008). Em 2012, em Yogyakarta, Ibed fundou o Kalanari Theatre Movement, uma instituição para o movimento cultural por meio do teatro, onde foi diretor e dramaturgo até hoje. Como dramaturgo, Ibed recebeu um prêmio por um concurso de dramaturgia da Federação de Teatro da Indonésia (2008 e 2011) e do Ministério da Educação e Cultura (2017). Suas coleções de peças de teatro publicadas são Kintir (Yogyakarta, 2011) e Janger Merah (Yogyakarta, 2021), além de ter sido publicado em vários livros de peças coletivos em Bahasa Indonesia e em inglês. Ibed também é ativista do teatro de empoderamento e trabalhou com comunidades marginalizadas em várias regiões da Indonésia. Ibed apresentou seus trabalhos, ministrou workshops e colaborou em diversos países, como Malásia, Cingapura, Japão, Irlanda, Inglaterra e China. Juntamente com Kalanari Ibed fundou uma instituição de publicação de livros de teatro chamada Kalabuku, que visa promover a alfabetização no mundo do teatro. Em Kalabuku, Ibed iniciou o LeLakon, uma plataforma indonésia de curadoria de peças, e o LaboLakon, um laboratório conjunto de escrita de peças para jovens escritores. Desde 2018, Ibed inicia sua pesquisa pessoal sobre Artaud e Bali para examinar como os legados de Artaud permanecem presentes nas cenas de performance balinesas e como a performance que ele viu evoluiu. Atualmente, Ibed também está iniciando um site e uma instituição de movimento cultural chamada Umah Solah no oeste de Bali.

Cik.-Lena-Farida1-225x300.jpg

Lena Farida binti Hussain Chin

MALÁSIA

lenahuss78@gmail.com

 

Lena Farida Hussain Chin é atualmente Professora Sênior na Sultan Idris Education University. Ela completou seu doutorado em Drama e Teatro pela Universiti Sains Malaysia em 2020; Mestre em Artes (Drama) Universiti Malaya em 2008; Certificado PG em Ensino e Aprendizagem em HE pela Roehampton University Reino Unido em 2010, Bacharel em Artes Cênicas pela MARA Technology University em 2003 e Bacharel em Escrita Criativa em 2000 pela ASWARA. Ela recebeu uma bolsa SLAI (2011) do MOHE por seus estudos de doutorado. Seus interesses de pesquisa incluem questões de Teatro na Educação, e teatro e drama tradicional, moderno e pós-colonial da Malásia.

IMG_2864.JPG

Majeed Mohammed Midhin

IRAQUE

majeed.mohammed@uoanbar.edu.iq  /  al_aubaidymajeed@yahoo.com

 

Meu nome é Majeed Mohammed Midhin. Eu sou do Iraque. Sou mestre em Literatura Inglesa pela University of Baghdad - College of Languages em 2002. Em 2017, me doutorei em Literatura pela University of Essex, sob a supervisão da Dra. Clare Finburgh e da Dra. Elizabeth J. Kuti. Meu campo de interesse é o drama britânico contemporâneo e moderno que toca as necessidades imediatas das pessoas na sociedade. Participei de muitos colóquios, conferências e seminários dentro e fora do Reino Unido. Agora sou professor na University of Anbar, Iraque.

Metin Balay (2).jpg

Metin Balay

TURQUIA

metinbalay@gmail.com

 

Sua carreira no teatro começou em 1975 no Ankara Sanat Tiyatrosu (Ankara Theatre of Arts) como ator. Ele completou sua graduação, pós-graduação e doutorado no Departamento de Teatro da Ankara University. Trabalhou como ator no Teatro Estadual. Ele fundou o Departamento de Atuação do Conservatório Estadual da Anadolu University e trabalhou como professor e acadêmico deste departamento. Suas peças, suas traduções de peças e seu livro Halk Tiyatrosu ve Dario Fo (Teatro popular e Dario Fo) e sua tradução de Porta Aberta de Peter Brook foram publicados. Dirigiu vários espetáculos no Teatro Estadual de Ankara, Teatro Municipal de Antália, Teatro de Artes Kartal, Teatro Versus e Teatro Tatavla.

Ele é o chefe da Yeditepe University, Departamento de Teatro da Faculdade de Belas Artes.

Nipuni Sharada_Sri Lanka.jpg

Nipuni Sharada Pathirage

SRI LANKA

sharada.n@vpa.ac.lk

 

Nipuni Sharada Pathirage obteve seu bacharelado na University of the Visual and Performing Arts, Colombo, em 2017. Atualmente, trabalha na mesma universidade como Professora (estagiária) desde 2019. Além disso, ela está trabalhando como atriz freelancer no Stages Theatre Group (Sri Lanka). Ela ganhou vários prêmios, incluindo Melhor Atriz Coadjuvante no Festival Estadual de Teatro no Sri Lanka. Além disso, sua ambição é ser uma pesquisadora praticante e tem interesse em áreas de pesquisa como Atuação, Corpo e Consciência de Atores, Estilos de atuação e métodos de treinamento e educação em artes cênicas.

WhatsApp Image 2021-10-18 at 16.56.29.jpeg
SB_Photo_Passport.jpeg

Önder Çakırtaş

TURQUIA

ondercakirtas@bingol.edu.tr

 

Önder Çakırtaş é atualmente Professor Assistente no Departamento de Língua e Literatura Inglesa na Bingöl University na Turquia. Especializou-se particularmente em Drama Britânico Moderno e Contemporâneo com grande interesse em Teatro Político, Teatro Minoritário, Teatro Étnico e Teatro Racial. No ano letivo de 2018-19, foi bolsista de investigação de pós-doutoramento no Departamento de Drama, Teatro e Estudos da Performance da University of Roehampton, em Londres. Sua pesquisa atual é sobre a experiência muçulmana no teatro britânico contemporâneo e sobre performances e representações de muçulmanos em teatros britânicos, que pretende publicar como livro com a editora Bloomsbury. Çakırtaş é editor fundador do Essence & Critique: Journal of Literature and Drama Studies. Ele também está entre os membros editoriais do Journal of British Muslim Studies. (SOAS, University of London).

Samipendra Banerjee

ÍNDIA

samipendra@yahoo.com

 

Ele completou seu MPhil pela Universidade de Jadavpur e seu PhD pela Visva-Bharati, Santiniketan principalmente em Historiografia e Política do Drama Indiano Pós-Independência em Inglês. Em 2017, ele ganhou a bolsa conferência do IFTR para apresentar sua pesquisa na Universidade de São Paulo, Brasil, sobre teatro bengali contemporâneo. Em 2019, ele foi selecionado e completou um curso de curta duração na prestigiosa National School of Drama, New Delhi e, em 2021, participou com sucesso de um workshop de atuação financiado pela Sangeet Natak Akademi conduzido por Sudrak. Lidera o Drama Club da University of Gour Banga onde dirige e atua em espetáculos teatrais dos alunos. Traduziu Brecht e Caryl Churchill para o bengali e foi autor de várias peças. Ele também faz parte do conselho editorial de vários periódicos revisados por pares. Seu interesse de pesquisa inclui teatro indiano moderno, teatro europeu moderno, historiografia teatral, estudos de sexualidade e gênero e humanidades digitais.

Saumya Photo 1.JPG
DSC_7255.jpg

Saumya Liyanage

SRI LANKA

saumya.l@vpa.ac.lk

 

Saumya Liyanage tem trabalhado como ator e estudioso de teatro no Sri Lanka. Saumya completou seu Mestrado em Artes Criativas na Flinders University, em 2003 e recebeu seu doutorado da La Trobe University, Melbourne, Austrália em 2015. Publicou diversos trabalhos e artigos em revistas nacionais e internacionais e apresentou trabalhos de pesquisa na International Federation for Theatre Research (IFTR) e Australasian Drama, Dance, and Performance Studies (ADSA). Seu livro recente é intitulado Meditations on Acting: Essays on Theory Practice and Performance publicado por DEV Editora, Colombo. Atualmente atua como Diretor da Faculdade de Pós-Graduação, University of Visual and Performing Arts, Colombo, Sri Lanka. Saumya recebeu o prêmio BUNKA por sua contribuição à cultura e às artes da Embaixada do Japão no Sri Lanka. Saumya recebeu o Fulbright Professional Scholar Award para 2020-2021.

Soumyabrata Choudhury

ÍNDIA

shomo.choudhury@gmail.com

 

Soumyabrata Choudhury atualmente ensina na Escola de Artes e Estética, JNU. Anteriormente, ele leccionou no CSSSC. Kolkata, e foi membro do CSDS, Delhi e IIAS, Shimla. Seu livro Theatre, Number, Event: Three Studies on the Relationship of Sovereignty, Power and Truth foi publicado pelo IIAS, Shimla em 2013. Seu novo livro Ambedkar and Other Immortals: An Untouchable Research Programme foi lançado em 2018. Ele também atuou em, e dirigiu, uma série de espetáculos em todo o país ao decorrer dos últimos trinta anos. Sua última apresentação foi uma adaptação da história de Franz Kafka A report to the Academy na Expression Lab, Pune, em julho de 2019.

pp.jpg

Syed Jamil Ahmed

BANGLADESH

sjamahmed@gmail.com

Syed Jamil Ahmed é o diretor artístico do Spardha: Independent Theatre Collective e fundador do Departamento de Teatro e Estudos da Performance da University of Dhaka, onde lecionou até sua aposentadoria em 2020. Suas publicações em inglês são Acinpakhi Infinity: Indigenous Theatre in Bangladesh (2000), In Praise of Niranjan: Islam Theatre, and Bangladesh (2001), Reading Against the Orientalist Grain: Performance and Politics Entwined with a Buddhist Strain (2008), e Applied Theatricks: Essays in Refusal (2013). Ele também publicou mais de sessenta artigos acadêmicos sobre teatro, teatro aplicado, folclorística e estudos culturais, em bengali, inglês, hindi, francês, norueguês, russo, chinês e coreano. Ele viajou extensivamente na América do Norte, Europa, África e Ásia, ensinando, dando seminários e participando de conferências. Ahmed também é conhecido como diretor e cenógrafo no teatro, com vários créditos de produção em seu país, bem como na Índia, Paquistão e Estados Unidos. Seu brio de assinatura evoluiu de uma reformulação do vocabulário teatral bengali tradicional e arquétipos indígenas para uma mistura do visual-metafórico com as técnicas narrativas multilineares, dando forma a uma inscrição pós-dramática única.

Yizhou Zhang_Photo.JPG

Yizhou Zhang

CHINA

yizhou.zhang@mail.utoronto.ca

Yizhou Zhang é artista de teatro e doutoranda pelo Centro de Estudos de Drama, Teatro e Estudos da Performance da University of Toronto. Antes de entrar no campo do teatro/performance, formou-se em Estudos Clássicos e Literatura Comparada na King's College London. Seus interesses de pesquisa se concentram nas interseções do teatro com a história e a filosofia, enfatizando questões interculturais. Seu projeto de pesquisa atual explora as relações entre os teatros artaudiano e brechtiano em torno de questões de materialismo e biopolítica. Também é escritora, dramaturga, diretora e designer que criou obras em Londres, Pequim e Toronto, incluindo a primeira produção chinesa de Marat/Sade de Peter Weiss e adaptações de The Tin Drum de Günter Grass e Heart de Joseph Conrad. Seus trabalhos em teatro dialogam com os “mestres” e as “as obras-primas”, o que lhe permite inventar expressões alternativas para as realidades e psiques chinesas contemporâneas.

26196016_10155445675837933_6207938501293860494_n.jpg

Tadashi Uchino

JAPÃO

Lg3t-ucn@asahi-net.or.jp

 

Tadashi Uchino recebeu seu MA em Literatura Americana (1984) e Ph.D. em Estudos da Performance (2002), ambos pela University of Tokyo. Foi professor na Graduate School of Arts and Sciences (1992-2017) e recebeu o título de professor emérito da University of Tokyo (2019). Atualmente é professor no Departamento de Estudos Japoneses, Faculdade de Estudos Interculturais, Gakushuin Women's College. Suas publicações incluem The Melodramatic Reveng (1996), From Melodrama to Performance (2001), Crucible Bodies (2009) e The Location of J Theatre (2016). Uchino serviu em muitas sociedades acadêmicas japonesas e atualmente é editor colaborador do TDR (Cambridge UP).

Post1_01.jpg

Azadeh Ganjeh

IRÃ

Azadeh.Ganjeh@gmail.com

 

Azadeh Ganjeh, nascida em Teerã (Irã), é PhD em Estudos Teatrais, Dramaturga, Dramaturge, Artista da Performance e Diretora Teatral. Depois de receber seu bacharelado em Engenharia Civil, ela obteve um mestrado em direção teatral pela Tehran Art University e se formou como PhD em estudos de filosofia e teatro pela Bern University. Ela é acadêmica e pesquisadora no exílio desde 2022 e é afiliada à The University of Hildesheim- Institut für Medien, Theater und Populäre Kultur. Ela deixou o Irã enquanto era professora assistente na Escola de Artes Cênicas da University of Tehran. Seu interesse especial em criar produções teatrais imersivas e site-specific em favor do teatro para o desenvolvimento, do ativismo de arte da performance e do teatro social lhe rendeu prêmios nacionais e internacionais. Seu interesse de pesquisa está focado na teoria da Mobilidade Cultural, Teatro para o Desenvolvimento e Democracia, Performatividade de eventos públicos, Estética da Digitalidade e Arte da Performance, Ativismo na Arte da Performance e Teatro Digital.

1680265485726-01.jpeg

Gray Room

IRÃ

grayroom.ir@gmail.com

Mohammad Kazem Damghani é o líder, fundador, escritor e um dos diretores da Gray Room. O grupo Gray Room, que começou seu trabalho em Kerman, no Irã, tem um histórico brilhante porque consiste em atores jovens, determinados, empáticos, trabalhadores e esperançosos. O fundador, Kazem, declarou os objetivos deste grupo: "Vamos experimentar e desafiar nomes e peças literárias de acordo com as condições de vida e possibilidades limitadas." O grupo Gray Room dedicou grande parte de suas vidas à arte da performance, desde discussões até exercícios físicos extenuantes e estudos de horas para produzir o conteúdo e a forma de uma obra.

WhatsApp Image 2023-05-14 at 17.07.06.jpeg

Yeliz Biber Vangölü

TURQUIA

yeliz.biber@atauni.edu.tr

Yeliz Biber Vangölü é uma pesquisadora de teatro que trabalha na Ataturk University, Turquia. Ela é autora de um estudo sobre teatro de máscaras contemporâneo na Inglaterra e também coeditou uma coleção de ensaios sobre política e teatro britânicos contemporâneos. Ela publicou uma série de ensaios que se concentram tanto na análise textual do drama quanto na crítica da performance. Atualmente, ela é pesquisadora visitante na University of York. Seus interesses acadêmicos incluem literatura feminista, teatro britânico contemporâneo, teatro de máscaras e estudos de adaptação.

bottom of page